Witzel vai à CPI e diz que culpado tem nome e endereço; sugerindo o presidente da república


foto: internet/google

Numa narrativa para tentar limpar sua barra, Wilson Witzel, denuncia na CPI que não recebeu nenhum centavo do dinheiro, e, que Edson Torres é quem pagava propinas. "Quero quebra do sigilo bancário", argumentou Witzel.

Ex-governador do Rio de Janeiro diz que fez questão de comparecer à CPI da Covid-19 no Senado para falar sobre tudo o que aconteceu

O ex-governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel disse nesta quarta-feira (16) que irá prestar todos os esclarecimentos na CPI da Covid-19, no Senado, em Brasília, sobre as ações no seu estado e as acusações de desvios de recursos públicos destinados ao combate à pandemia. Witzel disse aos jornalistas ao chegar ao Senado que "toda essa pandemia está da forma que está em razão da postura do governo federal"


"Vim para trazer luzes sobre o que aconteceu no Rio de Janeiro", afirmou Witzel, que sofreu processo de impeachment e perdeu o cargo em abril desse ano após ser acusado de crime de responsabilidade por um suposto esquema de corrupção em contratações da secretaria de Saúde do Rio de Janeiro para enfrentamento da pandemia de covid-19.

"Toda essa pandemia está da forma que está em razão da postura do governo federal. Agora, é preciso entrar nos detalhes para se poder compreender qual é a responsabilidade, de quem é a responsabilidade e quais as consequências para tudo isso que está acontendo."


"Meu impeachment acontece de uma forma muito acelerada, todos os que me cassaram são investigados, e, os processos contra eles foram todos parados... isso é ou não é uma imparcialidade", diz o ex-governador.


Em seu discurso monocrático, Wilson Witzel, fala em sua defesa
fonte: tvsenado ao vivo - 16/06/21 - 11:15h

Witzel poderia se quisesse faltar ao depoimento marcado nesta quarta-feira (16, na CPI da Covid do Senado Federal. O ministro Nunes Marques, do STF (Supremo Tribunal Federal), concedeu na noite de terça-feira (15) o direito de Witzel de não comparecer à comissão ou permanecer em silêncio diante de questionamentos dos parlamentares. Mesmo assim, o ex-governador fez questão de prestar depoimento.


CPI DA COVID AO VIVO pelo YOUTUBE:

O ex-governador destacou que sofreu processo de impeachment durante o combate à covid-19 no Rio de Janeiro. "E no meio de tudo o que estamos vivendo na pandemia teve o impeachment de um governador de estado e perseguição a outros governadores."

Wiztzel destacou que vai abordar na CPI as investigações sobre o desvio de dinheiro público. "É um dos pontos que eu quero que a CPI investigue. Se eu tivesse ficado no cargo de governador teria investigado a fundo quem é que desviou dinheiro do Rio de Janeiro se é que foi desviado".


"Lei 1379, como vou requisitar ao governo da China respiradores?", diz Witzel. "o Governo Federal criou uma narrativa, em que o presidente não dialoga com os estados, deixando os estados à mercê da pandemia", acrescentou o ex-governador do RJ, Wilson, na CPI Pandemia, nesta quarta(16/06), às 11:00h.


CPI DA COVID AO VIVO pelo FACEBOOK:


ASSISTA AO DEPOIMENTO DO EX-GOVERNADOR AO VIVO NA CPI/COVID:

15/6/21 - AO VIVO CPI COVID | EX GOVERNADOR WILSON WITZEL ACUSA BOLSONARO DE CULPADO POR MORTES @atvdopovo



#atvdopovo

#12anos

#aGenteSeEncontraAqui


fonte: https://noticias.r7.com/brasil/witzel-vai-a-cpi-e-diz-que-pandemia-reflete-postura-do-governo-federal-16062021

41 visualizações0 comentário