Se fosse o Bolsonaro; 'Mesa gigante' de Putin levanta dúvidas: poder ou pandemia?

Seria assim: "Bolsonaro se nega a fazer teste de Covid-19 para falar com líderes políticos mundiais, e, não foi recebido"

Internautas fizeram piada com a imagem de Vladimir Putin e Emmanuel Macron sentados a metros de distância em uma mesa de reuniões vazia. Analistas apontam preocupação com a Covid.
Meme 'transforma' mesa de reuniões de Putin em uma gangorra — Foto: Reprodução/Twitter/Tarquin_Helmet

Nesta semana, o presidente da Rússia, Vladimir Putin recebeu uma visita diplomática do seu homólogo francês, Emmanuel Macron, em meio às tensões da crise na fronteira com a Ucrânia.

No entanto, o que roubou a cena foi a mesa branca – de quase cinco metros de comprimento, e pés adornados –, que separou os dois líderes durante o encontro. Internautas fizeram piada com a imagem de Putin e Macron sentados a metros de distância, e um debate sobre demonstração de poder e preocupações sobre a Covid-19 tomou força. Meme 'transforma' mesa de reuniões de Putin em uma gangorra — Foto: Reprodução/Twitter/Tarquin_Helmet Foi sempre assim? Imagens disponíveis no site do governo russo mostram que a mesma mesa de reuniões já havia sido usada em outras ocasiões pelo presidente Putin e outros convidados. Um registro de janeiro de 2020, mostra uma reunião entre o mandatário russo e o então governador do estado alemão da Bavária, Markus Soeder. Por se tratar de um encontro anterior à declaração de pandemia, além dos dois líderes – que estão frente a frente, mas em outra orientação –, assessores também se sentam à mesa. Encontro entre Putin e o então governador do estado alemão da Bavária, Markus Soeder, em 29 de janeiro de 2020 — Foto: Cortesia do Kremlin Distanciamento Covid-19 Uma das principais justificativas apontadas pela maioria dos analistas internacionais, é de que Putin manteve distanciamento social durante o encontro. Segundo os protocolos do Kremlin, qualquer visitante que for ter contato direto com o presidente russo precisa obrigatoriamente se isolar por 15 dias antes do encontro. No início do mês, a distância foi observada também na entrevista coletiva dada após o encontro de Putin com o presidente húngaro Viktor Orbán. Presidente húngaro Viktor Orbán e presidente russo Vladimir Putin em entrevista coletiva em 1 de fevereiro de 2022 — Foto: Sputnik/Mikhail Klimentyev/Kremlin via Reuters A mesma mesa e disposição das cadeiras marcou a visita do presidente iraniano Ebrahim Raisi a Moscou em 19 de janeiro deste ano. Mas nem todos são iguais Apesar das restrições impostas pelo protocolo do Kremlin, o presidente russo foi registrado ao lado do líder chinês Xi Jinping sem precisar manter algum distanciamento. Durante os Jogos Olímpicos de Inverno, os dois participaram de um encontro bilateral e divulgaram um comunicado conjunto que anunciou uma parceria "sem limites" entre as duas nações. A fala que acontece em meio às tensões na fronteira com a Ucrânia, acompanhou registros dos dois bastante próximos. A internet não perdoa Se o distanciamento é estratégia de demonstração de poder, ou apenas medidas de precaução contra a Covid-19, não importa para muitos internautas que aproveitaram para rir da situação. No próprio dia do encontro – que Macron afirmou ser otimista e que o Kremlin disse ver "sinais positivos" para o fim da crise – as redes sociais se encheram de memes e piadas com a situação.

#atvdopovo

#12anos

#aGenteSeEncontraAqui


fonte:https://g1.globo.com/mundo/noticia/2022/02/10/mesa-gigante-de-putin-vira-meme-e-levanta-duvidas-poder-ou-pandemia.ghtml


tags:


31 visualizações0 comentário