"Maior vergonha da ciência na última década", diz médico sobre estudo de Manaus