top of page

Barraca de idoso preso por pedofilia é removida da área em frente à Policlínica de Ipatinga

Já constava contra o homem um registro de estupro de vulnerável, praticado em 2021, após tocar de forma maliciosa em uma criança, que estava com a mãe, também na Policlínica Municipal.

foto: reprodução. internet/DA

Localizada na calçada da rua Joaquim Nabuco, no bairro Cidade Nobre, uma barraca de de lanches, comércio informal foi demolida no fim da tarde desta sexta-feira (1), por agentes municipais.


A barraca (sem alvará) era o local de trabalho de um homem de 65 anos, preso em flagrante na manhã de 28 de março, pela prática de pedofilia. Nossa reportagem apurou que o homem, que se dizia italiano - segundo fontes extraoficiais, foi autuado em flagrante na Delegacia de Polícia, encaminhado ao Sistema Prisional, onde deu entrada às 10h09, mas liberado às 19h06 do mesmo dia, sem pagamento de fiança, após uma audiência de custódia. Com a soltura, ele passa a responder ao inquérito em liberdade.


A barraca, na qual o idoso comercializava salgados, refrigerantes e doces ocupava, de forma irregular (sem concessão), um espaço público em frente ao portão de entrada da Policlínica Muncipal de Ipatinga, e, com o agravante do crime, acabou sendo removida.


A então removida "barraca de lanches", estava ali há anos, e, fica a pergunta:

Quem a mantinha sem autorização debaixo dos olhos dos fiscais da SEFOP/SESUMA por tanto tempo assim?

Conforme noticiado pela mída, na quinta-feira, C.B.B., de 65 anos, europeu - segundo fontes extraoficiais, foi preso em flagrante e conduzido pela Delegacia de Polícia Civil por assediar uma adolescente de 14 anos, com necessidades especiais.


A versão dos familiares da menor, é que uma tia levou-a para uma consulta na Policlínica Municipal na segunda-feira (28/3). Depois da consulta médica, as duas foram lanchar no estabelecimento do autuado, localizado em frente à unidade de saúde.



foto:parte da conversa do autuado com a criança de 14 anos

Mensagens enviadas pelo idoso à menor de idade foram vistas pela avó e tia e elas decidiram fazer a denúncia


O comerciante aproveitou-se de um descuido da tia e conseguiu pegar o número do telefone da adolescente, porém a menina repassou o contato da mãe da tia da vítima. No período da noite, o idoso passou a mandar mensagens para o número do telefone, que era da avó dela. A adolescente também compartilhava o uso do aparelho para assistir vídeos. Nas mensagens o idoso passa a chamar a menor de idade para saírem juntos. Mesmo com a vítima alegando ter 14 anos, o acusado continuou o assédio chamando a vítima de "linda", "amor", e "vida".


A mulher viu as mensagens e ficou revoltada com a atitude do idoso e, como prova, printou as mensagens enviadas. Em seguida, denunciou toda a situação em uma mídia social, pedindo apoio para a denúncia, situação que causou comoção entre a população.


Na manhã de quinta-feira (31/3), cerca de 60 pessoas estavam em frente à barraca de lanches do comerciante, conforme avaliação da equipe da PM que, ao passar pelas proximidades, foi informada da situação em andamento. Os policiais militares agiram rápido para evitar que o idoso fosse linchado. Eles deram voz de prisão ao comerciante, que foi encaminhado para o plantão da Polícia Civil, onde foi aberto inquérito para apurar o caso.


Já constava contra o homem um registro de estupro de vulnerável, praticado em 2021, após tocar de forma maliciosa em uma criança, que estava com a mãe, também na Policlínica Municipal.

foto:reprodução/internet/DA

"Mesmo informado que a menina tinha apenas 14 anos, o homem manteve o convite para que se encontrassem"


Deixe seu comentário. Sua opinião é muito importante para continuarmos trazendo conteúdos até você leitor!


faça um pix para nosso trabalho continuar no ar. Qualquer valor será muito bem vindo: chave pix: atvdopovo@gmail.com


#atvdopovo

#12anos

#aGenteSeRevoltaAqui


fonte:https://www.diariodoaco.com.br/noticia/0096218-barraca-de-idoso-preso-por-pedofilia-e-removida-de-via-publica-no-bairro-cidade-nobre?_gl=1*1nujhxt*_ga*UE5adm8wWWZvbzVjdEhSMFFYUUV5em40SUdsOHVlOFhOQlRiQmhpNDVTZ2pLUDN1MTg2S3VTUkhhX3ZadW1JXw

139 visualizações0 comentário
bottom of page